quinta-feira, 10 de julho de 2008

Pobre João XXIII...

... quantas bobagens as pessoas defendem, usando o nome do Papa que convocou o Vaticano II.

Lembram do caderno especial do Jornal do Commercio, no Recife? O Jorge Ferraz está colocando, aos poucos, os textos. Um pior que o outro.

A certa altura, diz o jornal:
[O] papa João XXIII ensinou que era preciso “abrir as janelas do Vaticano para que os ventos da história soprassem a poeira que entulha o trono de Pedro”
Assim como o Jorge, eu também já tinha ouvido essa metáfora das janelas. Mas nunca para "soprar poeira entulhada no trono de Pedro". Claro que o jornal não diz nem quando, nem onde o Papa teria dito isso. Então eu me lancei numa procura online e offline pela citação correta. É certo que no discurso de abertura do Concílio não está. Nem nos documentos que estabelecem a convocação e a data de início do Concílio. Só resta a homilia de 25 de janeiro de 1959, em que o Papa falou do Concílio pela primeira vez. Mas essa homilia eu não consigo achar em lugar nenhum.

4 comentários:

Captare disse...

Muitos juram que esta estória é real. mas não temos mais do que os relatos dos cardeais que viram e ouviram a metáfora.

Mas mesmo nestes relatos, não há nada sobre (sic!)"poeira entulhando o trono de [São] Pedro".

Criatividade pouca é bobagem...

Rodrigo disse...

Desde que comecei a estudar o Vaticano II tenho que me dar com essas reduções. Apresentei uma visão numa hermenêutica da continuidade a partir de um olhar histórico num artigo intitulado: "Bases temporais para o estudo histórico da Igreja Católica do século XX". Está na net...
Abraço

pedro disse...

Sabe onde achei essa frase esquisita? No site do "Igreja Nova", grupo dirigido pelo Inácio Strieder, apontado pelo Jorge Ferraz como um dos citados no caderno especial do Jornal do Commercio. Tá logo no começo da Edição nº118 (Jul/Ago 2005) do Jornal Igreja Nova. Eis o link: http://www.igrejanova.jor.br/edjulago05.htm

É impressionante como pescam frases de fontes com intenções escusas e colocam na boca de papas!

Emanuel Jr. disse...

Nem vai achar de onde veio a citação, quer apostar?