quinta-feira, 12 de março de 2009

Pelo visto estou precisando desenhar...

(post refeito às 21h45, graças ao comentário do Hugo)

... mas a CNBB realmente precisava dar uma colaborada. Será que eles não sabem como são meus colegas jornalistas?

Vejam esse vídeo do "Em cima da hora", acho que da Globonews:



A matéria que saiu no Jornal Nacional teve teor semelhante. Reparem que o âncora diz que "não foi excomungado nenhum envolvido no aborto". O título na página web diz também: "CNBB nega excomunhão de envolvidos em aborto de menina".

O fato é que, como diz dom Geraldo, dom José não excomungou ninguém. A excomunhão é automática, ele só declarou que a pena existia. Só que dizer que dom José não excomungou ninguém NÃO significa que os envolvidos não estejam excomungados, porque de fato estão. Faltou a CNBB deixar isso bem claro, porque do contrário parece que a conferência fica desmentindo dom José.

E outra coisa: quando esses manés vão entender que CNBB é Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, e não "Confederação"?

Esse outro caso abaixo é um tanto curioso, pois a informação que circula nos sites até está correta, se levada ao pé da letra, mas dá a impressão totalmente oposta. Vejam essa matéria do BOL (obrigado ao Gustavo Bellan):

CNBB afirma que arcebispo de Olinda não excomungou envolvidos no aborto de criança em PE

Tecnicamente está correto. Mas o leitor comum vai pensar o quê? Que a CNBB está afirmando que dom José viajou na maionese ao declarar as excomunhões.

Na verdade, não sei qual a canalhice maior: se distorcer totalmente a informação como fez a Globo, ou dar a informação correta mas dando a entender outra coisa, como fez a Agência Brasil.

8 comentários:

Hugo disse...

Marcio, já saiu. Veja o link:

http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL1040654-5598,00-PARA+CNBB+NINGUEM+FOI+EXCOMUNGADO+EM+CASO+DE+ABORTO+DE+MENINA+DE+ANOS.html

Manzoni disse...

Márcio,

No Estadão há a afirmação de que algum prelado da CNBB haveria dito que a mãe da menina não estaria excomungada porque agiu sob forte pressão. É confiável essa informação?

Alex A. B. disse...

Pra variar, mais uma declarção infeliz da CNBB!
Essa entidade precisa ser limpada, ou melhor extinta, e eregida uma nova Conferência católica de bispos no Brasil; que seja, de fato, fermento do Evangelho na sociedade!

Sue disse...

Meu Senhor!

A CNBB já está a fazer bobagens, ou as bobagens são exclusivamente da mídia?

Ai, meu amigo, que tempos duros esses em que vivemos....

Beijo

Anônimo disse...

Para quem pensa julgar-se no papel de Deus, e poder julgar seja quem for... a mãe, a menina, os médicos... seja quem for!

Vejam o caso, com amor e misericórdia em vossos corações, como o Vaticano o viu... meditem.. enquanto apontam um dedo, têm 4 dedos virados para vocês mesmos!

"http://www.agencia.ecclesia.pt/noticia_all.asp?noticiaid=70765&seccaoid=4&tipoid=74


Vaticano coloca-se ao lado de menina brasileira"

Alex A. B. disse...

Que patacoada!!!!!!
Quanta patacoada em tão poucas linhas, saiu do comentário do último ânomino!

O artigo de Dom Fisichella sobre o caso não é uma declaração oficial da Santa Sé. É apenas uma mera opinião pessoal do prelado. A próposito, muito imprudente, pois expressa sem ele estar bem informado dos fatos.
Veja-se a declaração a Arquidiocese de Recife e Olinda sobre o infelicíssimo artigo de Dom Fisichella, que deveria ter a hombridade de se retratar:

http://www.arquidioceseolindarecife.org.br/notaoficial.htm

Alex A. B. disse...

Vejam também:
http://blog.veritatis.com.br/index.php/2009/03/17/o-artigo-do-losservatore-romano-e-a-resposta-da-arquidiocese-de-olinda-e-recife/

Alex A. B. disse...

O meu 2º comentário foi referente ao 5º comentário, o de um anônimo.