quinta-feira, 29 de maio de 2008

Quando crescer quero ser como ele

Na manhã de hoje, Reinaldo Azevedo também escreve em seu blog sobre a demonização da Igreja Católica feita pela imprensa quando insiste em lembrar que Carlos Alberto Direito é "católico fervoroso". O texto vale muito a pena - já a maioria dos comentários parece ser feita por gente que simplesmente não leu o que o Reinaldo escreveu (ou, se leu, não entendeu).

8 comentários:

Ecclesiae Dei disse...

Valeu pela dica! Super postagem.
Abraços
João

Eduardo Araújo disse...

Reinaldo está magistral no trato dessa questão toda. Quanto a grande parte dos comentários o que se pode dizer é ... Lixo puro.
Como era de se esperar, surgem os iluminados metidos a defensores da razão contra as trevas da crença.

E de nada adianta mostrar, demonstrar, comprovar, corroborar, que não foi um embate entre fé e ciência, ou Igreja Católica e os pretensos arautos do pretenso progresso científico. Volta e meia, surge um desses fanáticos da vez, acenando para pobres cientistas assados nas fogueiras da inquisição, para a malvadeza da Igreja com os pobres doentes esperançosos de cura. E tome agressão e mais agressão, sem que os iluminados se dêem conta da estupidez obscurantista neles e não nos crentes religiosos.

Alguns chegam ao cúmulo de ficar melindrados com essa história de anticatolicismo na mídia, que não existiria. Um ou outro ainda afirma que é o contrário, que a Igreja persegue os cientistas, pressiona os ministros do STF, na sua posição "retrógrada".

Você disse bem, Márcio. Muitos até lêem o que escreve o Reinaldo, mas fazem questão de não procurar entender. Iguais às alimárias com viseiras para não olhar os lados, é assim que se comportam. Já estão predeterminados a achincalhar tudo o que se referir favoravelmente à religião.

Vinnnie disse...

Muito interessante o texto. Ele não só escreve bem como argumenta bem.

Não se preocupe, verdades geralmente causam furor.

christiano disse...

Muito bom o texto do Reinaldo Azevedo, infelizmente serve somente para acalmar um pouco nossos corações.

Infelizmente aqueles que mais precisam ver o óbvio apenas lêem "Igreja Católica" e o cérebro já prepara o corpo para a briga, deixando bastante espaço para reações instintivas e emotivas e escondendo a razão em um canto em que fica difícil a verdade chegar.

Parabéns pelo blog, acompanho desde sempre e há muito já adicionei na minha lista de recomendações.

Fausto disse...

+ PAX

Cara, na boa, esse seu blog é muito legal!!
Diferente, com temas interessantes e argumentos bem embasados, não perco uma semana.

Sabem o que poderíamos fazer sempre que nos encontrarmos sobrecarregados com tanta idiotice, asneira, ofensas e calúnias que escrevem sobre a Santa Religião? (Re)Ler "A perfetia alegria" de S. Francisco.
Acho até que, se São Francisco tivesse escrito esse maravilhoso texto nos dias de hj, escreveria assim:
Suportar todo esse lixo da imprensa moderna e dos ignorantes pseudo-intelectuais, por amor a Nosso Senhor Jesus Cristo, aí está a pereita alegria.

abs a todos.

Anônimo disse...

Como alguem ainda pode levar a Veja e Reinaldo Azevedo a serio?
Azevedo nao passa de um homem-lixo, que usa o catolicismo como roupagem para promover ideias fascistizantes.

Cristina disse...

Bem,

Basta ler o que ele escreve, pesquisar um pouco, e reconhcer que ele não escreve besteiras.

Besteira mesmo escreve o tal Petry, que não se dá nem ao luxo de pesquisar os documentos da Igreja. Um péssimo trabalho jornalísitco.

Anônimo disse...

Como, p. ex., quando azevedo escreveu culpando o celibato pelos escandalos da Igreja. Azevedo nao passa de um fascistoide, que usa o nome da Igreja para seus interesses. Belo exemplo esse de catolico, que achincalha D. Odilo Scherer, faz apologia da tortura (tropa de elite) e admira Voltaire, um dos maiores difamadores da Igreja de todos os tempos.