terça-feira, 7 de outubro de 2008

Aberta a temporada de caça a Paulo VI

A Humanae Vitae, talvez uma das mais famosas e menos compreendidas encíclicas da história da Igreja, fez 40 anos em 25 de julho.

Paulo VI recebe a tiara. Foi o último Papa a ser coroado, o que eu acho uma pena.

Engraçado que demorou para começarem a sair as bobagens sobre ela, mas no sábado o El País (é como o Chaves: tinha que ser) deu sua contribuição ao arsenal. Parece que estava só para assinantes no UOL, então coloco o texto todo aqui.

Papa insiste na proibição de anticoncepcionais para os católicos
Miguel Mora
Em Roma (Itália)

"Os anticoncepcionais que impedem a procriação desvirtuam o sentido último do casamento" - foi o que lembrou ontem o papa Bento 16 em uma mensagem enviada a um congresso sobre o 40º aniversário da Humanae Vitae, encíclica em que Paulo 6º proibiu o uso da pílula para os católicos.
Hm, os anticoncepcionais já estavam proibidos. Basta consultar o Denzinger para ver que a antiga Congregação do Santo Ofício recebia várias perguntas de bispos sobre contracepção e sempre dizia que ela era ilícita. A encíclica colocou o ponto final na questão.
Com pouco sucesso, porque, como assume Bento 16, "o mundo e também muitos fiéis têm dificuldades" para compreender a mensagem da Igreja, "que ilustra e defende a beleza do amor conjugal em sua manifestação natural". Esse amor entre os esposos, explicou o papa, tem um modo próprio de se comunicar: "gerar filhos". E "excluir essa dimensão comunicativa mediante uma ação que tente impedir a procriação significa negar (...) a verdade íntima desse amor".

Bento 16 admite, porém, que no "caminho do casal podem ocorrer circunstâncias graves que tornem prudente distanciar os nascimentos de filhos ou mesmo suspendê-los". Assim, salienta o papa, "o conhecimento dos ritmos naturais da fertilidade da mulher se transforma em fato importante para a vida dos cônjuges". Em outras palavras, o único anticoncepcional autorizado pela Igreja é o popularmente conhecido como "folhinha", que o papa define, de maneira muito mais culta, como "métodos de observação".
Deus do céu. O El País e o tradutor enlouqueceram. "Folhinha" não era o nome do suplemento infantil da Folha de S.Paulo? O nome popular disso que o tradutor chamou de "folhinha" é tabelinha!

Além do mais, ela não é o único método natural tolerado pela Igreja; existem vários outros, baseados em muco cervical, temperatura...
De cada cem mulheres que o utilizam, entre 14 e 24 ficam grávidas.
Tipo, é chutômetro ou tem algum estudo a respeito?
"É verdade", reflete Bento 16, "que a solução técnica aparece muitas vezes como a mais fácil também nas grandes questões humanas, mas na realidade esconde a questão de fundo, que tem a ver com o sentido da sexualidade humana e com a paternidade responsável, para que seu exercício possa ser a expressão do amor pessoal". E conclui: "A técnica não pode substituir o amadurecimento da liberdade, quando está em jogo o amor". Para terminar, o papa exorta os sacerdotes a pregar para os casais uma mensagem "que os oriente a entender com o coração o maravilhoso projeto que Deus inscreveu no corpo humano".
Pelo menos dessa vez os manés do El País colocaram extensas citações do Papa, o que nos dá algo de bom para ler, apesar das palhaçadas mais acima.

9 comentários:

Captare disse...

Infelizmente pouquíssimos católicos sabem o que é o Dezinger. Imagine os repórteres!

Mesmo entre aqueles que sabem do que se trata, alguns estão seguindo ordens diretas de Voltaire: "Minta, minta! Sempre fica alguma coisa!"

Parabéns pelo zelo, Márcio!

Alexandre Magno disse...

Em sua maioria as pessoas que criticam a Igreja Católica Apostólica Romana não se dão ao trabalho de estudar o que de fato é pregado por ela. Fiam-se no que ouviram dizer, confiam demais no que os seus professores de ensino médio disseram, também baseados no "ouvi dizer". Outras vezes, se deixam guiar excessivamente pelas emoções em suas expressões de opinião.

Infelizmente eu já fui um deles!

Hoje quando questiono no íntimo algo que a Igreja afirma e meu intelecto não resolve, pelo menos, com a Graça de Deus, busco serenidade para fugir de precipitações.

Ecclesiae Dei disse...

O Método Billings, esse que vc citou do muco cervical, tem eficiência comprovada de 97% - próxima da pílula - mas não dá dinheiro para as grandes empresas que fabricam as pílulas ou as de camisinhas né... então nunca é divulgada, nem citado... uma pena que a maior parte da população não o conhece, apesar dos esforços de muitos CENPLAFAMs espalhados pelo Brasil.
Abraços

Wladimir disse...

Oi sou católico mas eu nunca entendi por que eu tenho que venerar imagens se Deus na biblia abomina idolos e imagens de escultura, sendo que ele não menciona nenhum momento que deve venerar os santos. Fiquei curioso pois sempre que eu pergunto ninguem me mostra uma passagem na biblia sobre veneração.Me ajudem a tirar essa dúvida.

Captare disse...

Wladimir, para o verdadeiro cristão a Bíblia não é a única fonte da Revelação! Existe a Tradição e o Magistério. Este último é o mais iportante dos três pois é exercido até hoje pelos bispos, que são os únicos sucessores legítimos dos apóstolos.

Além do mais, a própria Bíblia prova que a Igreja é anterior as Sagradas Escrituras, pelo menos anterior ã definição de quais livros realmente pertenciam a ela. E essa é outra razão pela qual o Magistério é tão essencial.

Sugiro que vc se afaste dessa "bibliamania" protestante. Um boa dica é vc visitar o site www.veritatis.com.br e fazer uma busca sobre "Veneração dos Santos" ou coisa parecida. Tem ótimos artigos lá que podem tirar suas dúvidas.

Também me ponho a diposição para dialogar com vc e tentar, na medida do possível te ajudar com suas dúvidas. Meu e-mail é captare8@gmail.com. Escreva-me. terei prazer em auxiliá-lo.

Pax et Salutis

Vitor disse...

Olá!
Gostaria de propor uma parceria entre nossos sites.
Eu tenho um chamado APELOS DO CÉU, o qual trata basicamente de questoes relacionadas às almas do purgatório e sobre o fim dos tempos.

Dá uma olhada nele: www.apelosdoceu.com

Caso se interesse, poderemos trocar banners ou links.

Aguardo!

Grande abraço!

Vitor
Movimento Salvai Almas

Águas de Março disse...

Adorei sua visita! Obrigada!
Hoje venho retribuir,e também dizer que amei o seu!

david santos disse...

Olá!
Bom trabalho! Os mais conscientes e entendidos têm obrigação de divulgar correctamente, não só este caso, mas muitos que a Igreja não consegue transportar para todo o cidadão. É que, apesar de tudo, a Igreja também tem as suas dificuldades em comunicar.
Parabéns

Julie Maria disse...

Estimado Márcios e comentaristas:

A Doutrina da Igreja sobre o matrimônio, do qual trata a Humanae Vitae é mal entendida porque de fato exige profundidade e também busca sincera pela verdade. Mas temos o presente do Papa JPII em suas catequeses conhecidas como Teologia do Corpo que explica e fundamenta, a partir da experiência, da Teologia e da Revelação a infinita riqueza destes temas. Convido a todos a conhecerem o site www.teologiadocorpo.com.br e o blog teologiadocorpo.wordpress.com
Além disso, trato destes temais no meu blog (juliemaria.wordpress.com)e se colocar a palavra "sexo" e "humanae vitae" no "buscar" do blog irão encontrar vários posts e tem até um estudo que apresentei num Simposio chamado Humanae Vitae e Papa Bento XVI. (na página "artigos" e também no meu blog).
Estamos celebrando 40 anos da HV e aqui não se vê quase nada. É uma grande pena. http://teologiadocorpo.wordpress.com/2008/10/01/40-anos-da-humanae-vitae/

Precisamos mostrar as razões -belas, verdadeiras, humanas e inspiradas por Deus- sobre um tema que "respiramos" a cada momento. E a Igreja tem a resposta, mas temos que sair da "toca" e fazer nossa parte para conhecer e amar esta Doutrina que de fato nos mostra a nossa vocação!

Obrigada Márcio por trazer um tema tão importante.

Julie Maria